choquinha-de-alagoas
 

(Myrmotherula snowi)

Sem título.png18.png

Mapa de distribuição da espécie

Características

É uma ave rara, encontrada no interior da floresta. Ocorre em regiões montanhosas, em estratos médios e baixos das florestas Ombrófila Aberta, Estacional Semidecidual e em Áreas de Tensão Ecológica com altitude superior a 500m. Essa espécie tem preferência por microambientes úmidos, com a presença de riachos, lianas e cipós.  A principal ameaça é decorrente da perda de habitat para agropecuária e a retirada ilegal de madeira. Estima-se que a espécie desaparecerá em uma ou duas décadas, se não houver intervenção conservacionista. Atualmente, a espécie Myrmotherula snowi consta como “Criticamente ameaçada” na lista Nacional e Internacional da fauna ameaçada de extinção. A espécie está inserida no Plano de Ação Nacional para Conservação das Aves da Mata Atlântica e no Plano de Ação para Conservação de Aves Endêmicas e Ameaçadas do Centro de Endemismo de Pernambuco.
 

Mede 9,5 cm de comprimento, pesa de 6,5 a 8g. O macho é completamente cinza e a fêmea tem a plumagem predominantemente alaranjada. Ambos apresentam pés e bicos dessa mesma cor.
 

Alimentação

Forrageia aos pares, movimentando-se ativamente pela vegetação, com outras espécies ou em grupos familiares. A dieta é composta por aranhas e insetos que são encontrados nas folhagens secas ou verdes, no sub-bosque da floresta em uma altura que varia de 1,5m a 9m do solo, também ingerem quantidade razoável de pequenos frutos.

 

Reprodução

No período reprodutivo, nos meses de fevereiro a maio, pode ficar mais próxima do solo.

 

Distribuição Geográfica

Restrita a regiões montanhosas dos estados de Pernambuco e Alagoas. Houve registros da espécie em quatro localidades, no Engenho Jussará na Paraíba, RPPN Frei Caneca e Mata do Estado, em Pernambuco e na ESEC Murici, em Alagoas. Atualmente, é encontrada apenas no estado de Alagoas, na ESEC Murici.

​Andreza Silva

icone-instagram.png

@andreza_arte