A Coleção de Aves da UFPE atualmente possui mais de 6.000 espécimes de mais de 700 espécies, representando 78 Famílias (75% das Famílias que ocorrem no Brasil) e 26 Ordens (~ 80% das Ordens do Brasil). Associado à coleção de peles iniciamos em 2013 a coleção de recursos genéticos (tecidos) e já contamos com cerca de 2.000 tecidos. A Coleção cota com holótipos de duas espécies de aves recentemente descritas: o soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni) e o caburé-de-Pernambuco (Glaucidium mooreorum).

Os dois exemplares de caburé (coruja de pequeno porte) tombados na coleção representam os únicos exemplares disponíveis em coleções zoológicas dessa espécie, e a falta de registros recentes na natureza desde a sua descrição tem fortalecido a possibilidade de que esta coruja esteja extinta. Além dos holótipos, a coleção possui espécimes de grande parte dos endemismos da Caatinga (17 espécies) e da Mata Atlântica (34 espécies), incluindo 36 espécies de aves ameaçadas de extinção e 14 formas (espécies e sub-espécies) endêmicas da Área de Endemismo Pernambuco.

 

Quase a metade dos espécimes da coleção provém de Pernambuco, mas coleções representativas de Alagoas, Paraíba, Sergipe, Goiás, Rio Grande do Norte, Bahia, Pará, Ceará, e Minas Gerais fortalecem o cunho regional do acervo. Desde 2013, começamos a expandir a área de atuação da coleção, incluindo aves da região amazônica, especificamente de Roraima.

A Coleção tem por objetivo principal potencializar os estudos ornitológicos na região; ela é aberta aos estudantes e ao público em geral, assim como para qualquer pesquisador interessado no estudo das aves neotropicais.